Professora da Esfinge organiza Caça ao Tesouro para fechar conceitos das oficinas de Biodiversidade

A professora Nádia Sabchuk organizou uma atividade diferente como fechamento e avaliação das oficinas de Biodiversidade. Os alunos foram desafiados a participar de uma Caça ao Tesouro, que teve lugar no Horto Florestal de Astorga. Segundo a docente, foi possível aliar diversão, raciocínio e muito conhecimento na execução desta atividade. “Os alunos realmente se envolveram, buscaram as informações necessárias com base nos seus conhecimentos e demonstraram um ótimo desenvolvimento. Além disso, só de explorar aquele espaço de natureza um pouco menos mal-tratado pela urbanização já traz junto consigo muito aprendizado.”, diz a professora.

Os alunos se divertiram muito com a atividade. Um deles, segundo a professora, chegou a comentar que finalmente percebeu o quanto havia aprendido ao longo da oficina, e que lá ele pôde colocar em prática seus conhecimentos. “Isso é muito gratificante”, comemora a docente, “porque nem todo estudante se identifica com saberes relacionados à Biologia e Meio Ambiente. Estar em campo traz muito mais sentido ao que se aprende em sala, então foi muito bacana perceber que a atividade fez a diferença”.

Uma animada confraternização aconteceu após a caçada, e se seguiu de brincadeiras de esconde-esconde pelo Bosque. “Esses momentos são fundamentais para os alunos, ainda mais nessa época do ano. A diversão não deixa de conter em si grandes aprendizados, basta haver intencionalidade” completa Nádia.